HOME INSTITUCIONAL FALE CONOSCO
INSTITUCIONAL Desde quando entrou para a pecuária o titular da Cass Nelore, Cassiano Terra Simão, se propôs a realizar um trabalho sério e profissional. Começou com a aquisição de uma fazenda muito bem estruturada e passou a fazer grandes aquisições, baseadas nas famílias e na genética dos animais. Anos depois, já figurando entre os maiores neloristas do país, Cassiano investe em uma nova propriedade tendo em foco seu principal objetivo: A seleção da Raça Nelore. A CASS Nelore Em 2004 Cassiano iniciou suas atividades no meio pecuário na Fazenda Sant'Anna do Rio Abaixo, em Jacareí, interior de São Paulo. Deu-se início então com a criação de gado de campo, investindo no Nelore padrão. Suas primeiras aquisições foram através de leilões virtuais e fez questão de ir a Uberaba, capital do Zebu, para frequentar os grandes eventos da Raça. Como o objetivo era participar de pistas e trabalhar com grandes doadoras, aos poucos foi adquirindo animais expoentes e de famílias consagradas da Raça, sempre com o apoio de assessorias técnicas. Além da Fazenda Sant'Anna do Rio Abaixo, Cassiano e Patricia (sua esposa) adquiriram a Fazenda Porto Velho, localizada na Região de Araraquara, onde a intenção era estar localizado mais próximo de onde ocorrem os principais eventos da Raça Nelore. Com 303 alqueires, a Fazenda Porto Velho se divide em duas atividades: o cultivo de cana de açúcar e a criação de gado Nelore, tendo instalações de baias e currais muito funcionais. O manejo é racional, em função da distribuição dos piquetes de tifton, com corredores interligados, onde o gado tem grandes espaços para caminhar, evitando problemas de aprumos. SELEÇÃO A seleção Cass Nelore é feita com muito critério. Todo o rebanho é controlado através do Controle de Desenvolvimento Ponderal da ABCZ. Um trabalho intensivo de ampliação do mesmo. A seleção tem início com a escolha de receptoras adequadas e um manejo correto. Estas receptoras são produto de cruzamento industrial que prezam pela maior facilidade no parto, boa rusticidade e habilidade materna. Tais características permitem que elas criem seus bezerros da melhor forma possível e a constante preocupação com o manejo nutricional garantem condições ímpares para que os produtos externem suas qualidades genotípicas. As receptoras prenhas contam com mineralização de alta qualidade até o sétimo mês de gestação. A partir dai passam a aguardar a parição em maternidades. Após serem aproveitados até duas vezes dentro do programa, esses animais são descartados, cedendo lugar à novas receptoras do rebanho. O manejo destinado aos bezerros procura oferecer o mínimo de estresse, sem gritarias ou maus tratos (manejo racional). eles tem contato com o responsável pelo bezerreiro desde o primeiro dia de vida. Por três vezes ao dia, as acomodações são supervisionadas, para que os bezerros se adaptem com a lida das pessoas e assim cresçam dóceis. Para que o animal se desenvolva mais rápido em se tratando de estrutura corpórea, os profissionais entram com uma pequena suplementação no creep feeding. A partir dos dois meses de idade eles passam a contar com o manejo de adestramento, onde passam a ser lavados, escovados e nutridos com ração especial para este estágio do crescimento. Aos quatro meses, uma seleção é realizada para identificar os bezerros que seguirão para o tratamento de elite. Aqueles desclassificados seguem para a produção de touros e matrizes à campo. Com os bezerros de elite, aos seis meses é feito a desmama. Para os bezerros de campo a desmama acontece aos oito meses de idade, com peso médio de 240 kg. Uma nova seleção é realizada aos oito meses de idade, baseada no fenótipo e análise de ponderais. Os animais selecionados como elite seguem para o manejo de pista e os outros viram touros ou matrizes. Os animais selecionados como elite são estimulados a desenvolver o seu total potencial racial e genético. Eles passam a realizar exercícios físicos diários, nutrição adequada, além de banhos e cuidados constantes. A partir dos treze meses, as fêmeas passam a ser estimuladas sexualmente e os machos passam a acompanhar as vacas no cio. Assim, chegam a atingir o máximo de libido e ótimos resultados em se tratando de precocidade reprodutiva. As fêmeas da seleção a campo também alcançam excelentes resultados. São prenhes 100% com inseminação de touros escolhidos criteriosamente, obtendo assim produtos de excepcional qualidade zootécnica. Caso o produto não se enquadre ao padrão estimado da seleção Cass, ele é terminado e abatido. PROJETOS FUTUROS Todo esse trabalho não seria possível sem uma equipe altamente qualificada, formada por técnicos responsáveis pela escrituração zootécnica, reprodução assistida, manejo de bezerros, trato dos animais de pista, casqueamento, etc. Cassiano afirma que a carreira de pista é o objetivo principal do seu trabalho, mas este tipo de seleção agrega valor aos animais, através do programa de melhoramento genético da ABCZ (PMGZ). "Realizamos um melhoramento genético apurado através de forte pressão seletiva. Este trabalho visa o atendimento das necessidades do mercado, via comercialização em leilões e também a formação de nosso plantel", finaliza.
HOME INSTITUCIONAL FALE CONOSCO
CASSNELORE Todos direitos reservados